terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

TCC sobre ROCK II - aulas mais divertidas


Eu e a Selene conhecemos a Youkai na faculdade por termos alguns amigos em comum. Além das amizades tínhamos em comum o gosto pela música pesada e pelos desenhos.
Youkai assim que soube do tema do nosso TCC se prontificou a ajudar. Em inúmeras conversas nossas surgiam idéias e mais idéias do que fazer, quais bandas abordar etc.
Como ela cursava Matemática e não poderia estar exatamente em nosso grupo, tínhamos a idéia de fazer este trabalho render mais frutos, onde principalmente pudéssemos falar mais sobre o Heavy Metal.

Em Novembro de 2010 finalmente nosso TCC estava finalizado! Futuramente disponibilizaremos nosso trabalho integralmente aqui.
O início do trabalho pode contar com uma experiência pessoal minha, a do “Self-Study”. Assim como eu, muitas pessoas praticam este auto estudo de língua inglesa sem nem mesmo perceberem, principalmente quando estão em inicial interesse por uma segunda língua.
Esta prática é extremamente comum em nosso dia a dia, por exemplo, você decide traduzir um texto ou letra de música sozinha ou então ouve repetidas vezes uma música para imitar/aprender a pronúncia.
Também entrevistamos alunos de 6° e 7° ano para averiguar como anda o ensino de língua estrangeira atualmente em nossa região (Minas Gerais), pois em nossas épocas de ginásio/colégio a grande maioria dos professores 'apenas seguiam o livro didático’, dando exaustivos exercícios de completar frases com um ou outro pronome, cópias e traduções de textos. Ou seja, aulas monótonas e pouco eficazes no entendimento da gramática, estrutura e contexto da língua inglesa.
E infelizmente esta ‘antiga’ forma de ensino ainda impera nas salas de aula, por isso em nosso trabalho há a preocupação em como transmitir conteúdo de forma mais eficaz e divertida aos alunos.
Uma das possíveis soluções para um ensino mais interessante é a música (independente do gênero). A Ciência já comprovou há tempos os inúmeros benefícios que a música faz à mente e ao corpo. A música também pode ajudar a solucionar o distanciamento que há entre professores e alunos e de alunos com alunos. A música é uma linguagem universal, muitas vezes ao nos depararmos com músicas em outras línguas, sem nem mesmo ter uma real noção do que a letra está falando e podemos nos identificar com ela, essa identificação também pode aproximar pessoas, aumentando assim a tolerância (algo muito em falta em nossa sociedade). Podemos usar diversas letras para reflexão dentro de sala de aula, assim possibilitando ao aluno uma ampliação mental sobre o mundo, sobre as pessoas que os rodeiam e sobre si mesmos. 
Promover dinâmicas em sala de aula com diferentes músicas é capaz de motivar os alunos a fazerem seu melhor, ajuda a desinibir os tímidos e criar um ambiente totalmente favorável e receptivo.
Esperamos que cada vez mais os profissionais de educação acordem para isto e tomem a coragem de fazer diferente em meio à saturação da rotina escolar. 

By Harumi






Nenhum comentário:

Postar um comentário