quinta-feira, 17 de agosto de 2017

O capítulo da minha vida sobre Linkin Park

Olá, quanto tempo!

Esse final de tarde de domingo me fez voltar a pensar muito em suicídio. Calma, desta vez não é sobre mim.

Hoje foi a primeira vez que li sobre o que aconteceu com Chester Bennington.

Todo esse tempo não cliquei em um único link sobre, e nem me pus a ouvir a banda novamente.
Estava ignorando como se não quisesse que isso fizesse parte do meu mundo...
Não, eu não amo a banda.
Eu nem a escutava mais.
Havia deixado para trás, por ser justamente a minha banda de suicídio.

... 2002, 12 anos de idade; eis me aqui com 27. E pela primeira vez na minha vida pensei que ela na verdade não é a minha banda de suicídio, porque justamente estou aqui. De uma certa forma eu fui ajudada por ela, por eles, por ele (Chester). Me dando conta da tamanha distorção que tive em relação à banda e encarando que eu só fugi disso o tempo todo e não encarei verdadeiramente A Sombra é que resolvi escrever e mais do que isso, deixa-la aqui no Quimi, para quem quiser ler.
Eu estou nua e não me importo com seus julgamentos.

O Quimeras nunca foi um blog com linguagem formal, tão profissional e tal, sempre foi como um confessionário sobre o que sentimos em relação às bandas que amamos, o que suas melodias e letras nos faz pensar e as vivências que nos proporciona. O Link Park fez parte do "começo" no Rock e Metal de muita gente, e como pude comprovar, por mais que se passe um bom tempo sem ouvir, você ainda saberá as letras de cor. O bom da música é isso, ela é eterna. Ela significa e REsignifica na sua vida...

Com o ocorrido, não só com ele, mas também com o Chris Cornell, fica como reflexão, olhe para os lados, tem alguém ao redor travando essa batalha interna. Comece a enxergar, pelo menos tente.

Eu comecei esse texto mentindo.
Mentindo ao dizer que não seria sobre mim, mas foi e eu simplesmente não sei o que escrever mais.
Não faria a mínima diferença deixar uma biografia da banda aqui.
Li por aí que ele não deixou carta de despedida, pra mim é porque todas as suas músicas a são...
Justo hoje que eu escrevi uma carta, mas justamente uma carta para talvez impedir que alguém faça isso...


Hey, se você caiu por acaso aqui e sente que de uma certa forma isso serve pra você, lembre-se eu só quero que você continue tentando.



~ Harumi
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário