quinta-feira, 22 de novembro de 2012

6° Triumph Of Metal



A sexta edição do festival Triumph of Metal, foi realizada em dois dias (09 e 10 de Novembro) no Clube de Campo Fernão Dias, em Pouso Alegre - MG.
O primeiro dia do festival, batizado de Triumph of Metal Overture contou com as bandas King Bird (Classic Rock, São Paulo-SP), Evil Eyes (Dio Tribute, São Paulo-SP), Atacke Nuclear (Crossover, Três Corações-MG), Penumbra (Metal Sinfônico, Pouso Alegre-MG) e Reborn (Heavy Metal, Pouso Alegre-MG). 

O segundo, no qual nós do Quimeras estivemos presentes foi simplesmente matador! Novamente um cast muito bem escolhido, boa organização e uma estrutura excelente. Fora o público em um número expressivo e entusiasmado! 
A tarde de sábado estava chuvosa, mas felizmente a chuva não chegou a atrapalhar os headbangers de mais de 50 diferentes cidades de comparecerem ao festival, que contou com cerca de 1000 pessoas.
A sensação de chegar lá e ver aquela galera toda que vive "no mesmo mundo que a gente" é sempre prazerosamente igual. Não importa quanto o tempo passe é sempre meio surreal estar no meio de um monte de gente esperando os shows começarem, com a mesma ou maior empolgação que você. 

O evento começou bem atrasado, mas como felizmente o clube de campo tinha uma estrutura muito gostosa, com lugares pra se explorar à vontade,  podendo até jogar bilhar, ping-pong e um dinossauro que virou local preferido para se tirar fotos... Ninguém parece ter se incomodado muito com isso.

Encarregados de dar início a jornada, o Slippery subiu ao palco, promovendo seu primeiro álbum First Blow. A banda de Campinas, que pratica um Hard Rock bem oitentista, conseguiu animar a platéia que aos poucos ia chegando mais perto do palco. Destaque para as faixas The First Blow e Follow Your Dreams. 

Na sequência tivemos o Thrashcore com letras em português do Uganga, banda liderado pelo ex-Sarcófago Manu "Joker". O nome do Uganga está sendo cada vez mais reconhecido no meio, até porque a banda tem sido presença constante em diversos festivais.
Tocaram com "sangue no zóio", chamando a atenção de vários e vários bangers.
Já é tradição sempre executarem algo do Sepultura e dessa vez não foi diferente, mandaram Troops of Doom e claro, divulgaram seu trabalho mais recente o Eurocaos, álbum gravado ao vivo na Alemanha e em Portugal.



Na sequência o Comando Nuclear levou a galera a uma viagem aos anos 80,  com seu Metal em Português. Para nós duas que nem havíamos nascido nessa época já foi uma honra conferir um show desses, imagina quão saudosista é para o pessoal que viveu o Metal dos anos 80 e viu bandas como Taurus, Harppia, Salário Mínimo, entre outras nascerem!
A banda atualmente está promovendo seu último álbum Guerreiros da Noite, lançado em 2011. Destaque para as músicas Guerreiros da Noite e Vingança Metal, a primeira com um excelente riff e a segunda com uma letra muito legal. A presença de palco de Ron Cygnus (vocal), Rodrigo Exciter (baixo), Guilherme Incitatus (bateria), Rex (guitarra) e Éric Würlz (guitarra) é contagiante e nos proporcionaram um verdadeiro show de metal!



O ar de respeito que o Corpse Grinder impõe, não é a toa. São mais de 20 anos dedicados a linha mais Old School do Death Metal. No palco prendem a atenção com seus excelentes riffs de guitarra, o som do Corpse Grinder é daqueles que não dá pra ouvir parado e se está parado é apreciando profundamente o trabalho deles. Em vários momentos o público só gritava  "Corpse! Corpse!". Precisa dizer algo mais?




A banda mineira de Itaúna Deadliness, iniciando sua apresentação com o cover de South of Heaven (Slayer), acabou por convocar todos os metalheads para frente do palco. Sem perder o fôlego emendaram seu setlist muito bem escolhido que intercalava músicas próprias com alguns outros covers. 
Formada por Roberto Antunes (vocal e guitarra, ex-Calvary Death), seus filhos Igor Antunes (guitarra) e Ícaro Antunes (baixo) e por Moisés Corradi (bateria) conquistou o público que curtiu do começo ao fim com muito entusiasmo. Inclusive o Thrash Metal da banda vem cativando público por onde passa, nesse mesmo ano nós do Quimeras conferimos a banda durante o festival Roça'n Roll (Varginha-MG), onde também se destacaram e arrancaram bons elogios do público. A banda atualmente está preparando um novo álbum, que ao que tudo indica tem tudo para ser muito bom, ficamos na expectativa até o lançamento então.


Finalmente a banda mais esperada da noite: o Krisiun! Que atualmente está em turnê de divulgação do álbum The Great Execution (2011).
Aos gritos infernais do público já subiram ao palco arrebentando com tudo com "Kings of Killing", não deixando dúvidas do motivo de serem um dos nomes mais reconhecidos do Death Metal nacional e de serem tão queridas pelo mundo. Foram tocados sons de seus vários álbuns, fazendo um bom apanhado da carreira da banda, do atual álbum mandaram The Will Potency, Descending Abominations e Blood of Lions, e também alguns clássicos como Bloodcraft do álbum AssassiNation que levaram a platéia a loucura!
Muitas e muitas rodas foram abertas no público que se espremia até para ficar um tiquinho que fosse mais perto do trio! A vista de cima da hora do show era espetacular!  


Mas os irmãos Alex Camargo (vocal e baixo), Moyses Kolesne (guitarra), e Max Kolesne (bateria), deram também um show de humildade e respeito ao público que não poderíamos deixar de colocar aqui. Numa época em que vemos tantas bandas que pode-se dizer que "não são ninguém" tendo constantes atitudes de arrogância e estrelismo, ver uma banda que não precisa provar mais nada pra ninguém fazer questão de dizer ao público que quem manda na cena e faz tudo valer a pena somos nós e além disso atender todos os fãs, tirar foto com todo mundo que fosse falar com eles, fez o festival mais precioso ainda! Nós precisamos de  mais bandas assim! Que tocam porque gostam, que tenham respeito por quem ouve o seu som! Simplesmente admirável!


O público, mesmo cansado depois de ver um grande show, continuou agitando muito! Também pudera, quem se apresentou em seguida foi ninguém menos que o Vulcano, considerada a primeira banda de Metal Extremo da América Latina! 
Esperados por muitos, o Vulcano deu um show de presença de palco e seu Death/Black levantou muitas rodas. 
Foi outra banda em que nos sentimos honradas de poder ver.



Também muito esperada era a apresentação do Tray of Gift. A banda formada pelos  membros da Tuatha de DannanRodrigo Berne (guitarra) e Giovanni Gomes (guitarra) e também pelos ex-Tuatha de Dannan  Wilson Melkor (bateria), Felipe Batiston (teclado), além do vocalista Adriano Sarto, Raphael Wagner (guitarra) e Marcos Teixeira (flauta). Apresentaram faixas do seu novo álbum auto intitulado assim como clássicos do Tuatha que fizeram a alegria dos fãs presentes.



Infelizmente tivemos que ir embora antes do último Show, Carro Bomba, banda paulista formada em 2003 que atualmente divulga seu quarto álbum: Carcaça (2011). Pra doer um pouco menos na consciência, em Julho pudemos vê-los no festival Roça n' Roll. Onde ficamos impressionadas com a  apresentação e entre uma bangueada e outra, parávamos para comentar com as amigas em volta como era bom o som deles. Com certeza devem ter explodido tudo por lá!



Outro destaque dessa edição foi o carismático Will Dissident, apresentador do festival. Durante o anúncio das bandas contava um pouco da história destas. No nosso ponto de vista, contar e valorizar a trajetória de  nossas bandas é um passo imprescindível para valorizar a cena do Metal Nacional e deixa tudo mais organizado.




Essa sexta edição do Triumph prestou homenagem a Ruddy Souza , vocalista e baixista das pioneiras Calvary Death e Túmulo de Ferro, falecido em 23 de Janeiro desse ano. Ruddy se apresentou com o Calvary Death na 5ª edição do Triumph em 5 de Novembro do ano passado, na qual foi um dos destaques do festival com a apresentação do álbum "Serpent" .

Vídeos:

Esses foram alguns dos poucos vídeos do Triumph que nós achamos nos perfis das bandas e do Triumph na internet, se quiserem mandar seus vídeos ficaremos muito agradecidas: ;)

Comando Nuclear
Princesa Infernal + Guerreiros da noite (gravado pela Harumi):


Deadliness
South of Heaven + Inferno:

Attila


Krisiun 
Bloodycraft



Quer conhecer melhor as bandas dessa edição?


























































É isso ai galera, deixamos aqui o nosso parabéns aos organizadores que capricharam novamente na realização dessa edição e principalmente pela ótima inciativa de "ir contra a maré" ao dar espaço para que as bandas autorais possam mostrar seu trabalho, e que venha a sétima edição!





By Harumi e Youkai
agradecimentos a Rogério Seiji pelas fotos
e ao Ícaro Antunes pela foto do dinossauro
(desculpa por pegar sem pedir aliás)
e ao Rodrigo Azevedo

Um comentário:

  1. Saudações Harumi!
    Tudo bom?

    Parabéns pela resenha! Ficou excelente, notadamente por saber dosar sua experiência subjetiva com o que objetivamente foi essa jornada do Triumph. Muito bom o gosto de vocês =)
    Ainda não assisti a todos os vídeos, porém gostei muito dos que já pude curtir, assim como as fotos ficaram "show de bola". O fato de você colocarem os links das bandas também ajuda bastante.

    Para encerrar, é uma pena que vocês não tenham podido estar conosco no primeiro dia (Overture) também, para repetir este trabalho jornalístico digno de nota.

    E valeu por me citar. O apresentador agradece ;)

    Beijos e realizações pra vocês!
    *

    Will.

    ResponderExcluir